Big data: como pode ajudar o seu negócio?

Opensoft > Blog  > Big data: como pode ajudar o seu negócio?
Big data: como pode ajudar o seu negócio?

Big data: como pode ajudar o seu negócio?

Big data, como o nome permite adivinhar, é um termo usado para descrever grandes volumes de dados. Hoje em dia, utilizamos dezenas de dispositivos, ferramentas e aplicações que recolhem os nossos dados e preferências, utilizando-os, por exemplo, para melhorar a qualidade do serviço prestado.

 

Os dados são um bem precioso para ajudar as organizações a gerirem o seu negócio e isso não é novo: durante décadas as organizações recolheram informação sobre os seus clientes. A diferença é que atualmente há mais ferramentas e especialistas dedicados ao tratamento de dados.

 

Com a ajuda dos dados é possível antecipar necessidades do consumidor ou a evolução das tendências no mercado e muitas empresas já sabem disso. Em 2017 um estudo indicava que pelo menos 53% das organizações inquiridas aproveitavam as ferramentas de big data para tomar decisões sobre os seus negócios. Como se espera que este ano o número de dados gerados atinga os 59 zetabytes, é altura das organizações começarem a tirar verdadeiramente partido dos dados que têm em mãos. Então, quais são as vantagens de trabalhar os dados de uma organização?

 

1. Análise preditiva

 

As ferramentas de big data permitem usar os dados para fazer uma análise aos padrões e tendências de consumo, permitindo estudar os comportamentos dos consumidores. Essa informação pode ser usada para a organização ser bem mais sucedida na definição de estratégias de crescimento e aumento da competitividade.

 

Setores como a banca e o retalho têm vindo a utilizar as ferramentas de big data que analisam os dados de registos de transações/compras, dados de localização ou o fluxo de navegação dos seus sites, entre outros. Estas análises permitem, por exemplo, melhorar estratégias de venda, através de anúncios, descontos ou ofertas personalizados, logo, com maior probabilidade de impulsionar a compra.

 

2. Vantagem competitiva

 

Muitos sistemas de big data permitem trabalhar os dados em tempo real, o que possibilita uma aplicação muito rápida das conclusões resultantes da análise de dados. E quanto mais rapidamente as mudanças forem aplicadas, maior vantagem competitiva terá a organização, porque está a tirar melhor partido dos dados do que os seus concorrentes.

 

As ferramentas de big data também têm aplicação nos testes de desenvolvimento de novos produtos, estratégia de preço ou foco em novos públicos-alvo, permitindo que a tomada de decisão seja mais fundamentada e com maior probabilidade de sucesso.

 

3. Melhoria na experiência do cliente

 

Ter um conhecimento mais profundo sobre os clientes e as suas preferências não só beneficia a empresa, mas também o próprio cliente. Os sistemas de apoio ao cliente, cartões de fidelização, redes sociais e outros pontos de contato com o cliente fornecem informações valiosas às organizações. Com a análise destes dados, é possível entender melhor as necessidades dos clientes e criar perfis detalhados dos clientes, personalizando produtos e serviços para responder às suas preferências e aumentar o seu nível de satisfação.

 

4. Melhoria na produtividade

 

O aumento da eficiência operacional é apontado como um dos maiores benefícios do uso de ferramentas de big data. Sem estas ferramentas, encontrar um padrão ou um valor específico obrigava a um trabalho manual, moroso e com possibilidade de erro.

 

A automação que estas ferramentas permitem pode ser aplicada a vários setores da organização, nomeadamente tarefas repetitivas, proporcionando um uso mais eficiente dos recursos e da força de trabalho.

 

5. Deteção de erros e fraudes

 

A análise de dados, especialmente quando integrada em sistemas de machine learning, é um poderoso instrumento para a deteção de erros e fraudes.

 

Em setores como a banca, estes sistemas são usados para detetar comportamentos fraudulentos ou sinalizar o roubo de um cartão de crédito, atuando rapidamente e evitando situações graves como o roubo de identidade. Esta capacidade de corrigir erros e detetar falhas em tempo real melhora a relação com o cliente e também a reputação da organização.

 

Estes sistemas são também utilizados no setor público, nomeadamente para detetar erros e combater a fraude e a evasão fiscal. O Departamento de Trabalho e Pensões do Reino Unido conseguiu automatizar o processamento de reembolsos e sinalizar situações de fraude de forma automática, assegurando que os contribuintes que efetivamente têm direito aos benefícios os recebem, evitando ou reduzindo significativamente situações fraudulentas.

 

Em jeito de resumo…

 

São cada vez mais as empresas que estão a investir na qualidade e análise dos seus dados, criando uma economia onde os dados são o bem mais valioso. Ainda assim, importa lembrar que a grande vantagem da big data não está no volume de dados recolhidos, mas sim no processamento e na análise desses mesmos dados. É essa análise que auxilia as tomadas de decisão, permite lançar novos produtos/serviços ou aumentar a quota de mercado.

 

 

Sem comentários

Deixe um comentário

Comentário
Nome
Email
Website