Mas afinal, o que é o Spreadd?

Opensoft > Mas afinal, o que é o Spreadd?

Mas afinal, o que é o Spreadd?

O Spreadd é um produto desenvolvido para empresas que junta as pessoas certas, à volta das actividades certas, no momento certo.

Um dos principais desafios que se coloca às empresas hoje em dia assenta numa dicotomia complexa. Por um lado, é fundamental explorar o potencial intelectual e criativo dos seus colaboradores, de forma a gerar novas ideias e métodos de trabalho e assim ganhar uma posição diferenciadora no mercado. Por outro lado, à medida que as empresas crescem, torna-se impossível manter todos os colaboradores nas mesmas instalações, embora se saiba que a produtividade e capacidade de inovação se degrada quando as equipas se dispersam geograficamente.

A Internet abriu portas a uma miríade de ferramentas de produtividade e colaboração em contexto empresarial que visam precisamente manter a produtividade das equipas independentemente da sua localização. Começando no vulgar email, passando pelas pastas partilhadas, wikis e blogs até online meetings, shared whiteboards e outras ferramentas relativamente sofisticadas, o objectivo é sempre o mesmo – permitir a partilha de conhecimento, a colaboração e a acção colectiva e potenciar a criação de novas ideias que acrescentem valor à oferta das empresas.

No entanto, acreditamos que o modelo subjacente a estas ferramentas não é suficiente. Muitas vezes, as ideias mais interessantes surgem de forma inesperada e espontânea, entre pessoas que nem costumam trabalhar juntas, mas que partilham interesses comuns. Como exemplo, imaginemos a Sónia que trabalha nos escritórios do Brasil e que já desenvolveu vários projectos relacionados com energias renóvaveis. Do outro lado do Atlântico, temos a Alice que está, pela primeira vez, a escrever um documento na área das energias renováveis. A Alice e a Sónia trabalham na mesma empresa mas não se conhecem. Não seria interessante que a Sónia fosse informada de que a Alice está a trabalhar num documento relacionado com energias renováveis, na área em que ela é expert? Dessa forma, a Sónia podia iniciar uma interacção com a Alice e fornecer inputs interessantes para o documento.

Outro cenário que pode trazer ganhos de eficiência consideráveis é a detecção de dois colaboradores que estão a executar a mesma tarefa, sem se aperceberem. Podem ser comerciais e estar ambos a escrever uma proposta para o mesmo cliente. Podem ser designers e estar a desenhar um protótipo para o mesmo produto. Os exemplos são inúmeros e acontecem, todos os dias, em empresas de média e grande dimensão, levando a perdas consideráveis de eficiência. Muito mais interessante seria “avisar” os colaboradores em causa, que poderiam passar a trabalhar em conjunto ou decidir que só um deles deveria estar a executar a tarefa.

Para conseguir juntar as pessoas certas, à volta das actividades certas, no momento certo, o Spreadd percorre três etapas:

  1. Captura as actividades relevantes dos colaboradores da empresa – As actividades podem ser as mais diversas, desde a simples edição de um documento até à criação de uma página no wiki, passando pelo o agendamento de uma reunião ou o envio de um email.
  2. Classifica as actividades – Todas as actividades capturadas são classificadas de forma a obter um indicador de relevância e potenciais colaboradores a quem interesse propagar essa informação. A classificação tem em conta diversos factores como as pessoas envolvidas, o conteúdo semântico ou o nível de feedback social (ex: número de comentários) da actividade.
  3. Distribui a informação – Uma vez classificada, é possível identificar potenciais colaboradores que poderão estar interessados em saber que a actividade ocorreu (porque a actividade tem uma relevância elevada para essas pessoas). A informação chega a esses colaboradores pelo canal mais adequado e tendo em conta a urgência da mesma – poderá ser através de uma aplicação instalada no computador, por email, pelo telemóvel, etc.
Sem comentários

Deixe um comentário

Comentário
Nome
Email
Website