Que líderes precisamos para a transformação digital?

Opensoft > Blog  > 
Que líderes precisamos para a transformação digital?

Que líderes precisamos para a transformação digital?

 

Todos os dias ouvimos notícias de empresas e organizações que levam a cabo novos projetos de transformação digital. Para guiar a implementação destes projetos é fundamental que exista na organização líderes comprometidos, exemplares, dinâmicos e comunicativos. Sem o compromisso visível da liderança, a mudança dificilmente será efetiva.

 

Compete aos gestores inspirar os elementos da organização e procurar modelos de gestão disruptivos que contemplem, não só os objetivos estratégicos da organização, como também os objetivos operacionais, dos seus vários departamentos.

 

Os processos de transformação digital precisam de ser geridos por profissionais capazes de quebrar as fronteiras tradicionais das hierarquias e de conduzir os negócios ao encontro dos processos de transformação digital.

 

Onde estão os líderes digitais?

 

A maior parte das organizações não tem tido a preocupação de promover internamente a diversificação de perfis e competências que lhes permitam dar o salto nos processos de transformação de forma muito mais ágil. Não tem, por isso criadas as bases para o progressivo desenvolvimento de líderes digitais.

 

A liderança digital não pode ser delegada. Cabe aos líderes digitais serem uma espécie de “motor” de transformação da cultura empresarial para as portas se abrirem ao mundo digital. Saberem como agir, pensar e reagir no contexto digital são competências críticas e devem integrar o guia para a mudança de qualquer organização.

 

Neste sentido, muitas organizações estão já a desenvolver programas de formação focados na gestão digital, para formar líderes que as ajudem a ser bem sucedidas nestes processos de transformação.

 

Os processos de mudança podem ser desencadeados por diferentes gestores – CEOs, administradores, gestores, diretores-gerais, diretores de operações, de marketing, de vendas ou de RH. Contudo, só são bem sucedidos com o apoio do CEO e da restante equipa de gestão da organização.

 

Como identificar e integrar líderes digitais nas equipas?

 

Há pessoas que têm uma predisposição natural para liderar estes processos por terem maior apetência para a tecnologia ou por estarem mais envolvidas com determinados projetos. Mas também é possível identificar os ‘líderes digitais’ através de avaliações e frameworks desenvolvidos especificamente para o efeito.

 

Quer sejam mais predispostos para a disseminação da cultura digital na empresa, quer apontem fatores para redefinir os modelos e a estratégia de negócio ou revelem aptidão para conduzir as pessoas pelo processo de transformação, caberá à organização selecioná-los entre as pessoas de maior potencial. Poderão também recorrer a recursos externos, reforçando as suas equipas, caso não identifiquem o perfil desejado nas organizações.

 

A integração destes líderes nas equipas deverá ser pensada em função das competências que poderão trazer, complementando as equipas já existentes com novos conhecimentos e novas formas de trabalhar. O líder digital deve ser um elemento que agrega o esforço coletivo para atingir um objetivo comum, de transformação.

 

O que diferencia um líder de um líder digital?

 

A forma de pensar as soluções tecnológicas e a forma como estas podem potenciar os negócios é talvez a principal diferença. Um líder digital não deve ficar agarrado à gestão do passado, mas reunir o apoio de toda a organização e procurar formas de o investimento na digitalização potenciar a criação de valor por parte da organização.

 

Neste sentido, o líder digital deve:

 

  • Participar sempre e ativamente no desenvolvimento da estratégia de negócio, avaliando como pode a tecnologia potenciar e integrar-se com essa estratégia.
  • Comunicar a estratégia de digitalização (roteiro digital) pela organização, para envolver todos os intervenientes. Potenciar o uso dos novos canais de colaboração digital é essencial.
  • Assegurar que o roteiro é cumprido pelas várias vertentes do negócio. O sentimento de inclusão de todos na estratégia é vantajoso, pois permite que a disseminação do digital acelere dentro da organização.
  • Acompanhar os resultados produzidos pela estratégia digital e procurar sempre apostar na sua melhoria, capitalizando da melhor forma os resultados desse investimento.

 

A união faz a força

 

O líder digital motiva os responsáveis das várias áreas e as suas equipas, incluindo-os na estratégia digital e incentivando-os a ter um papel ativo na sua execução. Agindo de forma unificada, a organização aumenta as hipóteses de sucesso da estratégia digital e a identificação de oportunidades de melhoria e de maximização dos investimentos.

 

As organizações devem identificar os seus líderes digitais e apoiar as suas ideias disruptivas, bem como promovê-las de forma a criarem valor e mais eficiência operacional. Aos líderes digitais caberá definir em que pontos estratégicos do negócio da organização deverão ser utilizadas novas tecnologias e novas abordagens aos processos promovendo o crescimento sustentado e a competitividade.

 

E na sua organização, como tem evoluído a liderança e o envolvimento dos recursos humanos face à transformação digital? Se precisar de apoio nesta jornada, conte com o nosso serviço de consultoria tecnológica.

 

Sem comentários

Deixe um comentário

Comentário
Nome
Email
Website